Google Translate

Amor sagrado

sexta-feira, 9 de outubro de 2015.
        Seus olhos me contavam estórias da velha montanha, lá onde os antigos deuses habitavam, no lugar sagrado onde os bruxos vestidos de negro e portando os chifres do gamo em suas cabeças, se reuniam.  Em sua boca residia o ósculo abrasivo do amor, o seu corpo era tão jovem e belo que este se fazia para mim, o princípio do caos.

         Seu esplêndido sorriso refletia a Avalon perdida, pois, ela era a sacerdotisa da natureza vinda de várias eras atrás, a sua lembrança me parecia estar guardada em algum lugar da minha mente, adormecida, pois, nas idas e vindas do ciclo reencarnatório, tudo deve ser esquecido para que haja um novo reinício em cada vida renascida.

         Seu espírito feminino era dionisíaco e a sua alma lunar era semelhante a uma criança recém-nascida, embalada no colo maternal de Sêmele. Esta fêmea deslumbrante portava em suas mãos, os cachos violáceos das uvas que produziam o mais puro e delicioso vinho, assim, em seu seio ardia como uma chama acesa e de natureza sacra; a fertilidade de uma Deusa-mãe.

         Dentro dos seus ritos sensuais, eu era santificado pela fúria dos seus orgasmos que queimavam nas labaredas de uma beatitude completamente plena. No leito; estando eu em seus braços, me sentia um mortal, copulando com uma autêntica deidade, em um maravilhoso e notável Hieros Gamos.   


-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.  

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory