quarta-feira, 23 de março de 2016

Fogo luxuriante

Onde poderei me encontrar com o prazer a não ser junto de ti, querida? Tua visão me é um convite ao pecado, então, pergunto-te: tu és a Eva ou a serpente provocadora do paraíso? Uma coisa apenas eu sei, tu és um enigma de beleza e sensualidade surreais.

Em cima do leito transpiro contigo deleite e regozijo, conforme os nossos corpos rolam sob o colchão em meio a beijos e abraços apaixonados, nos envolvemos em uma ciranda interminável de um contentamento iluminante.

Entrelaçados um no outro, somos carne suada e desejo incendiante, eu sou a minha boca colada na tua boca, e tu pelo teu lado, é tormenta que assola os meus sentidos; tamanho é o teu poder de sedução sobre mim.

Teus cabelos jogados ao ar, tua voz rouca que produz sons que demonstram todo o teu prazer, estas coisas todas juntas me enlouquecem em minha mente e me abrasam em meu corpo.  Selaste-me de vez como objeto exclusivo teu.

O nosso destino sempre foi se amar desta forma, nós somos duas forças da natureza como um tufão e um furacão, e com a força da ventania da nossa libido, conseguimos arrasar quarteirões e varrermos cidades inteiras.

Amo ser lavado em meu corpo pelas águas salgadas do teu suor; é-me aprazível sentir o teu odor de fêmea excitada e provocante, de mulher louca que com essa tua mesma loucura também me leva ao total ensandecimento.

Seguimos apenas a lei dos nossos quereres sensuais e sendo assim, nada nos resta a não ser a de nos deixar levar pelo fogo luxuriante de Dionísio.  As paredes do nosso quarto nestas horas parecem arder nas puras chamas dos nossos mais apaixonantes orgasmos.


                    - ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Nenhum comentário: