Google Translate

Beijos ciganos

segunda-feira, 22 de agosto de 2016.
Teus beijos acendem em meu seio a erupção de um vulcão de sensações incontroláveis.  Meus lábios se entregam aos teus como amantes dementes, submissos ao toque deles.  E eu só sei te querer aqui e agora sem pensar por um segundo sequer no amanhã.

Teus ósculos de bela Afrodite me conduzem aos braços das ninfas do amor, quando eu os sinto, dentro do meu coração se materializa um paraíso de delícias indescritíveis.  

Teu sorriso sempre me acompanha onde meus pés podem me levar, sendo assim, minha mente jamais consegue esquecer-te.  Tu habitas no âmago dos meus mais secretos sonhos, lá me perco de forma irremediável em ti.

Meu espírito quando se encontra longe do teu; sangra rios de saudades, se esvai em clamores e choros desesperados, isto faz com que todo o meu ser te busque a cada fração de segundo do dia.  Tu sabes como me enlouquecer com tuas sanhas vertiginosas e com as tuas taras vermelhas, apenas, as tuas mãos de jovem cigana conseguem colocar sabiamente sob a mesa, as cartas mágicas deste jogo chamado amor.

Durante a noite é o meu tato que de forma ávida busca a perfeição do teu corpo nu, e de manhã é a minha boca que procura despertar-te para um novo enlace de sedenta entrega carnal.  Tu, oh, garota dos feitiços sagrados e devota de Santa Sara Kali, saiba que, as minhas pernas são viciadas em dançar a tua coreografia de sutilezas sensuais.

A carroça estacionada juntamente com as outras formando o acampamento cigano é o templo dionisíaco dos nossos conluios apaixonantes.  E é neste templo que descortino paulatinamente através dos meus sentidos, a visão da glória sensualíssima desta deusa profana que tu és; senhora encantadora dos meus sentimentos abissais.

-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

A foto que ilustra o texto publicado acima ficou famosamente conhecida como “The Kiss” – (o beijo). O jovem casal retratado na referida foto é formado pelo lendário cantor Elvis Presley – West Tupelo, 8 de janeiro de 1935 – Memphis, 16 de agosto de 1977, e por Barbara Gray.  O beijo sensual foi eternizado pela lente do fotógrafo Alfred Wertheimer numa noite de junho de 1956, Elvis tinha apenas 21 anos e estava em início de carreira.

1 Comentário:

Cristal de uma mulher disse...

Aqiela que surge das entranhas da noite e se faz rainha de ouro..bravo

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory