segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Allegra

Hoje te encontrei em festa, olhos verdes cintilando alegria, a tua especial alegria, oh, minha Allegra. Hoje te tornastes mais jovem do que nunca e mais bela do que a antiga aurora. Neste dia em que nascestes, apagarás as velas que representam a tua sagrada imortalidade.

E eu que canto canções de amor a ti e escrevo poesias de paixão avassaladora sonhando contigo na eternidade dos meus abraços. Busco a suavidade dos teus beijos e a ternura da tua idade que fez de ti tão bonita e sábia quanto à lua.

Logo verás os teus filhos correrem festivos ao teu encontro carregando consigo os seus sorrisos mais honestos e tu percebereis que estes portam em suas mãos flores que exala em seu perfume, a mais perfeita felicidade.

Oh, Allegra, que seus dias eternos sejam passados ao meu lado, que o meu leito também seja o teu, onde o amor nascerá mais radiante que o sol primaveril. Que a cotovia sempre nos acorde com seu canto junto a nossa janela e que as rosas de maio cresçam exuberantes no jardim das nossas mútuas carícias.

Que hoje esta celebração do dia do teu nascimento te traga bênçãos abundantes e sentimentos da mais rica afeição. Sei que aqueles que verdadeiramente te amam te honraram como bem mereces, pois, tu és com certeza a pomba branca e mimosa de suas vidas.

Da minha, tu és a amada amante, irmã presente, companheira forte e ao mesmo tempo delicada, poeta e musa, deusa e sacerdotisa, senhora suprema dos meus orgasmos sublimíssimos.

Aquela que sempre desejei e por quem dia após dia esperava a sua chegada. Hoje te receberei em meu palácio esplendoroso, abrindo-te a porta de carvalho da minha alcova. Abrigarei-te em meu peito aquecendo-te com o calor do meu querer contínuo por ti, ah, benditíssima Allegra.

-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS  

Este texto é em homenagem a este dia tão especial em tua vida, Allegra, alegria da minha vida. 

Nenhum comentário: