sábado, 5 de novembro de 2016

Tu estás destinada a mim

Teu destino é o de me pertencer, eis que te quero assim, nua, pele alva exposta ao meu olhar devorador, ao meu apetite sensual sem freios e despido de enganos.

O calor do desejo me toma inteiramente quando te percebo desta forma, amarrada, tendo os teus movimentos limitados pela corda que te prende a minha absoluta vontade. Os nós que dei nestas amarras possuem uma técnica única, enquanto mais força faz para livrar-te, mais veementemente tu sentes o severo aperto da corda em tuas delicadas carnes.

Percebo que ao sentir-se deste modo escravizada por este meu querer contundente pela fêmea desejável que tu és, uma excitação animalesca toma conta de todo o teu ser, tornando o teu sexo úmido, fazendo com que um fogo de vontades devoradoras tome conta do teu ventre, deixando as tuas pernas trêmulas e sem forças, levando-a ficar de joelhos diante de mim.

Neste momento me sinto teu senhor absoluto; aquele que comanda a tua vontade e que a força a realizar todas as fantasias e fetiches que tanto deseja praticar contigo. Então, posso com isto, tomar a tua boca de lábios carnudos em beijos lascivos, que me fazem experimentar o mel de puro prazer que deles procedem.

As gotas de suor que escorrem da tua cútis são sentidas pelo toque firme das minhas mãos em teu desejável corpo, meu aguçado olfato consegue também discernir o teu cheiro de amante excitada, implorando ser possuída definitivamente por este animal sexual que nestas horas eu me torno diante de ti.

Encerrados pelas paredes do nosso quarto de delícias sensuais caóticas, somos senhor e escrava entregando-se aos nossos apetites que nos fazem transcender na alma e no corpo, pois, a vontade nasce no interior da nossa anima e somente é satisfeita pelo ato realizador das nossas carnes.

Em ti mergulho de cabeça sendo recebido dementemente no palácio vermelho do teu útero!

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS 

Nenhum comentário: